HOMENAGEM AOS CAMPÕES DE 1988

13/07/2013 09:11

Hoje é foi um dia especial para a história do Avaí Futebol Clube. O Leão da Ilha entrou em campo para enfrentar o Paraná Clube, mas o dia trouxe uma homenagem especial.

Há 25 anos o Avaí conquistava o título estadual de 1988, o primeiro da Era Ressacada e o 12º da história do clube. Oficialmente, 25.735 pessoas pagaram ingresso para aquele jogo mas o estádio ficou completamente lotado com mais de 32 mil avaianos, o maior público da história do futebol de Santa Catarina. Tudo para ver o Leão campeão.

A maioria dos jogadores compareceu à Ressacada para a homenagem. Antes, eles puderam curtir a Feijoada do Avaí. O reencontro foi regado a samba e feijão.

Os campeões de 1988 receberam um diploma especial pela conquista do campeonato na beira do gramado e ao lado da pesada taça que se encontra no Memorial de Atletas da Ressacada.

Ainda no campo, os campeões puderam ver as imagens do jogo decisivo no telão quando o Leão derrotou o Blumenau por 2 a 1, com gols de Marcos Severo e Adílson Heleno.

Compareceram os atletas: Almir Gil, Belmonte, Betinho, Biguaçu, Celinho, Falcão, Flávio Roberto, Márcio, Marcos Severo, Nalbi, Netinho, Rogério e Sérgio Márcio. Também se fizeram presentes: Sérgio Lopes (técnico), João Carlos Dias (Diretor de Futebol), Ceará (Administrador da Ressacada), Duca (Roupeiro), Pereirinha (Massagista) e Nílsão (Preparador de Goleiro).

Felipe Aliano, afilhado de Fossati, recebeu a homenagem pelo goleiro uruguaio, a exemplo de Mariana Secco Cardoso (representando o pai, o médico José Carlos Cardoso), Seu Raimundo, pai do zagueiro Maurício e Seu Delo, funcionário do Avaí e irmão do auxiliar de massagista Altamiro Mendes

Ainda estiveram naquele time e comissão técnica os senhores: Adílson Gomes, Adílson Heleno, Elísio, Gílson, J.J. Rodriguez, Ivan Formiga, Mendonça, Nelsinho, Nena, Prê, Teffo, Umberto e Vanderlei, Atílio Ancheta (Auxiliar Técnico), Nelson Neves (Preparador Físico) e Nilson Fidélis, o Pico, presidente.

 O CAMPEONATO CATARINENSE DE 1988

O Campeonato Catarinense de 1988 foi disputado em 3 fases e com 12 equipes: Avaí, Figueirense, Criciúma, Joinville, Chapecoense, Marcílio Dias, Blumenau, Brusque, Hercílio Luz e Próspera.

O Avaí se classificou em primeiro lugar no turno e foi para a semifinal da fase com 7 vitórias, 3 empates e 2 derrotas. Na semi, o Leão perdeu para o Joinville por 3 a 0, no Norte do Estado, e por 1 a 0 na Ressacada.

No segundo turno, o Leão ficou em sexto lugar e ficou de fora das finais da fase. Mas com 4 vitórias, 4 empates e 2 derrotas na etapa, o Avaí conseguiu a classificação para o hexagonal por índice técnico.

O HEXAGONAL FINAL

A fase final do campeonato foi composta por seis times. Os campeões dos turnos Marcílio Dias e Criciúma, além de Avaí, Brusque, Blumenau e Joinville que se classificaram por índice técnico.

Todos jogaram contra todos em turno e returno e o Leão da Ilha sagrou-se o campeão catarinense após somar 16 pontos em 10 jogos, com 7 vitórias, 2 empates e apenas uma derrota.

E no dia 17 de julho de 1988, veio a decisão na Ressacada lotada. Mais de 25 mil pessoas esperavam uma vitória para consolidar o título estadual após 13 anos de tabú. O Leão venceu o Blumenau por 2 a 1, com gols de Adílson Heleno e Marcos Severo.

Ao todo, o Avaí jogou 34 vezes no campeonato de 1988. Foram 18 vitórias, 7 derrotas, 9 empates, 43 gols pró e 27 gols sofridos.

 

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!